Prisão de Bonner, o vale pago por “Djocovid” e a nossa Fadinha do Skate

BONNER – Acredite se quiser: um negacionista Bolsominion pediu para a Justiça que o apresentador da Rede Globo, William Bonner, fosse preso por “participar de uma organização criminosa para falar sobre os impactos positivos da vacina no combate à pandemia”.

Surreal. O sujeito que entrou com a ação está louco de cloroquina, só pode.
A Justiça obviamente negou o pedido e disse que não ia entrar em “delírios negacionistas”.
BIZARRO!

DJOCOVID – Parece mentira, mas o sérvio Novak Djokovic, agora apelidado de Djocovid, foi deportado da Austrália. O motivo deixa muita gente sem acreditar: ele não tomou as vacinas para Covid-19. Um cara que era para ser exemplo para milhões de pessoas, se tornou um exemplo. Negativo. Nas redes sociais, já pipocam campanhas boicotando sua principal patrocinadora, a marca Lacoste. Se fosse Brasileiro chamaríamos de negacionista Bolsominion.

FADINHA É DEMAIS – Rayssa Leal, a nossa Fadinha do skate, conquistou o título do skate street do STU de Criciúma, primeira etapa de 2022 do circuito nacional de skate.

Neste domingo (16), embaixo do fortíssimo calor catarinense, a medalha de prata das Olimpíadas de Tóquio foi à SuperFinal com melhor a somatória e, na última volta, fez uma manobra perfeita para superar as adversárias. A bicampeã mundial Pâmela Rosa ficou em segundo lugar.

Diretor do Jornal Sexta, nascido e criado em Viamão.