“Professor” Bonatto decide retirar a obrigatoriedade de máscara em Viamão. É professor ou médico?

No entanto, a proteção continua obrigatória no transporte coletivo, nas unidades de saúde e nas Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs)...

O prefeito Bonatto (PSDB) se reuniu com representantes da Secretaria Municipal de Saúde e Procuradoria Geral do Município, na tarde da última segunda-feira (21), para definir novas regras sobre o uso de máscaras de proteção.

Após avaliar os dados com relação à cobertura vacinal e as ações já implementadas para o combate da pandemia da Covid-19 em Viamão, Bonatto decidiu desobrigar o uso das máscaras em ambientes internos.

Mais de 95% das pessoas com mais de 12 anos receberam a primeira dose da vacina contra o coronavírus. E 54% delas estão com o esquema vacinal completo. Entre as crianças, 74% já foram imunizadas com a primeira dose.

Além disso, dia a dia a SMS observa queda acentuada nos casos de contaminação e de óbitos, bem como estabilização nas internações.

No entanto, a proteção continua obrigatória no transporte coletivo, nas unidades de saúde e nas Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs).

As pessoas que preferirem continuar utilizando a proteção, tem total liberdade para isso. As equipes de saúde inclusive orientam que idosos e imunossuprimidos sigam fazendo uso das máscaras.

A prefeitura, no entanto, reforça a importância de continuar seguindo os protocolos sanitários de proteção, como a higienização frequente das mãos, não levar a mão à boca ao espirrar ou tossir, entre outras.

Jornal Sexta, imprensa livre e independente. De Viamão para toda a Região Metropolitana de Porto Alegre e para o mundo. Desde 2010 (quando era ainda impresso), e para sempre.