Polícia prende companheiro de técnica de enfermagem que furtou equipamentos de hospital em Viamão

Homem de 29 anos de idade ajudava na entrega e ainda explicava como funcionavam os aparelhos comercializados. Muitas vezes os pagamentos eram feitos para ele . . .

A Polícia Civil prendeu preventivamente, nesta segunda-feira (23), um homem de 29 anos, suspeito de furtar e vender equipamentos hospitalares da UTI Covid do Instituto de Cardiologia – Hospital de Viamão. Conforme a investigação, o preso é o companheiro da técnica de enfermagem acusada do mesmo crime e capturada no dia 12 de maio na Cohab, aqui em Viamão.

A investigação da Delegacia de Polícia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) apontou que o homem era o responsável por criar anúncios dos equipamentos na internet e fazer ofertas em grupos de WhatsApp, principalmente para clínicas veterinárias. Ele ainda entregava os equipamentos, explicava como utilizá-los e recebia o dinheiro das vendas

A polícia descobriu que o casal atuou por pelo menos oito meses subtraindo os materiais e vendendo-os por valores inferiores aos de mercado. O prejuízo está avaliado em mais de R$ 250 mil. Ao todo, foram furtados 34 equipamentos do hospital. Entre os itens, estão bombas para infusão de medicação e eletrocardiógrafos usados em pacientes com coronavírus.

Até agora, 15 equipamentos foram recuperados e cinco receptadores estão identificados. Quatro são veterinários da Região Metropolitana e o quinto é um médico proprietário de uma clínica em Salvador, na Bahia.

O titular da Draco, delegado Eduardo Amaral, prevê que o inquérito da investigação seja finalizado nos próximos dias. Ele adianta que o casal vai responder por peculato (quando um servidor se vale do cargo para obter vantagem ou para desviar bens públicos).

O delegado justifica a decisão por serem equipamentos repassados pelo Estado para a instituição durante o combate à pandemia e porque a servidora atuava em uma área atendida pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O final da investigação também vai definir a responsabilidade, ou não, dos cinco receptadores.

Jornal Sexta, imprensa livre e independente. De Viamão para toda a Região Metropolitana de Porto Alegre e para o mundo. Desde 2010 (quando era ainda impresso), e para sempre.